Lapsos


“O tempo passa e nem tudo fica
A obra inteira de uma vida
O que se move e
O que nunca vai se mover”

Frio na barriga ao saber que cada dia que passa é um dia perdido, um dia que se foi e que você deixou de fazer muitas coisas.
A vida entre os dedos. A gente sopra e ela vai longe. Chances que temos e não usamos. O fim pode ser exatamente agora. Pelo menos o fim que conscientemente pensamos ser.
Tenho medo de que daqui a dez anos eu não seja o que imaginei. Medo principalmente de me arrepender de não ter feito algo.
Mas, os dias passam, e deixo muito do que gosto e quero aprender para trás. Há sempre compromissos à frente, compromissos, aliás, que eu mesma os coloco na frente.
E assim, vai. A cada dia perco e renovo chances. Até o dia em que só perderei.

Anúncios

Sobre Entrelaces

"Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido. Eu não: quero uma verdade inventada." Clarice Lispector

Uma resposta para “Lapsos

  1. O que nunca vai se mover. Isso é a essência da vida. Como o que sentimos e não sabemos explicar. Um telefonema numa sexta a tarde quando tudo é correria.

    Alegria, palavra que vivemos e ás vezes não sabemos explicar. É o que nunca vai se mover, de tantas outras coisas que se vão, a alegria tem que ficar.

    Abraço fraternal!

    fica na Paz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Agenda

dezembro 2010
D S T Q Q S S
« nov   fev »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Postagens

%d blogueiros gostam disto: