Reinventar

É meu anseio
Fazer das cores, novos bordados
Músicas antigas, remixes de um novo sol.
Mudar, mas não totalmente
Não se deve mexer na essência
A sua raiz é a sua força, é o seu eu.
Quero juntar os meus sentidos
E provar dos novos gostos
Texturas, sotaques e cheiros de chuva.
E ao aliciar novas e velhas formas de pensar
Só espero que minha ânsia de renovação
Demore um pouco para recomeçar.

[Figura adaptada do livro especial da minha infância O Barquinho Amarelo de Iêda Dias da Silva]

Anúncios

Sobre Entrelaces

"Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido. Eu não: quero uma verdade inventada." Clarice Lispector

3 Respostas para “Reinventar

  1. Rafaela Dias

    Grande lembrança de nossa infância! *-*

  2. Cecilia Maria Tavares Dias

    Nossa, que bacana esta lembrança do Barquinho Amarelo!!! Ah, ele está guardado aqui, junto dos desenhos daquela época das primeiras séries.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Agenda

outubro 2011
D S T Q Q S S
« set   dez »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Postagens

%d blogueiros gostam disto: